terça-feira, 16 de agosto de 2011

S.A.R., DOM DUARTE ENALTECEU O PAPEL DO BENFICA

Dom Duarte Pio, Duque de Bragança enalteceu o papel do Benfica no plano nacional e internacional, no programa da Benfica TV, "Zona de Decisões", que vai ser transmitido esta segunda-feira, pelas 21 horas.
"O futebol, e nomeadamente o Benfica, têm contribuído muito para a manutenção da língua portuguesa e para a ligação dos países lusófonos com Portugal", sublinhou Dom Duarte.
O Duque de Bragança ainda comparou o Benfica ao fenómeno religioso: "É uma das grandes instituições portuguesas, conhecida em todo o Mundo. O papel do clube tem sido muito o de representar Portugal pelo Mundo. Benfica e Fátima são as duas instituições portuguesas a nível internacional. Mesmo quando têm insucessos desportivos, no que respeita a ética, a bom comportamento dos jogadores, são embaixadores de Portugal".
Record, 15 de Agosto de 2011

6 comentários:

Anónimo disse...

Percebe-se a intenção - e o que está subjacente é verdade. Mas Fátima e Benfica não podem (nem devem, em especial no dia 15 de Agosto) ser colocados no mesmo plano.
Aguardo que um dia se discuta seriamente, aqui ou noutro sítio qualquer, que sentido tem a existência de um "partido monárquico", que ainda por cima está longe de ser "popular". Devia haver, sim - e não há -, um movimento de todas as cores políticas para relançar a ideia real, usando as estratégias de que os partidos usam... e abusam.
Desejo pronto restabelecimento à animadora deste "blog".

restauração da independência disse...

S.A.R. o Senhor Dom Duarte permitir-me-há discordar, até porque a primeira coisa que a maior parte dos jogadores faz, quando sai dum clube português para o estrangeiro, é tentar falar a língua do país a que chegam. Por outro lado, nos últimos anos nem sequer é o Benfica o clube que mais vezes "levanta a voz" de Portugal no estrangeiro.
Mas, tal como o "Anónimo", percebo a intenção.
Concordo plenamente com o "Anónimo", quando diz que devia haver um movimento (que não há) para relançar a ideia real. Essa ideia sim, não sendo a única, seria uma uma forte promotora da língua e da História de Portugal, de um Chefe de Estado supra partidário, logo um verdadeiro Chefe de Estado de todos os portugueses. Vamos lá a isso!

Maria Raquel Guedes disse...

Exmo. sr.(a) Anónimo

Porque razão S.A.R. o Sr. D. Duarte não pode pôr Fátima e o Benfica no mesmo plano? S.A.R só refere a repercussão que ambas as instituições têm a nível internacional! Só constatou um facto, e com muita sabedoria,nada mais!

Maria Menezes disse...

Completamente de acordo com a Cara Raquel.
--------------
Agradeço não me deixarem comentários anónimos. Desta vez foi publicado mas para a próxima será eliminado.
Obrigada!

Anónimo disse...

O "anónimo" chama-se Manuel F. Costa, é emigrante português em Bruxelas (Bélgica) onde reside, aguardando com certa ansiedade o regresso definitivo a Portugal. (Optei por assinar "anónimo", por ser uma das possibilidades oferecidas no "blog").
Quando volto ao País, de férias ou em serviço, encontro-o cada vez mais descaracterizado, em parte graças ao programa "Polis", com que muitos autarcas seduzidos pelos subsídios transformam as nossas cidades e vilas em localidades que parecem flamengas, suecas ou finlandesas - o que de resto é o objectivo confessado desse programa da "União Europeia".
Agora, ainda por cima, até as paisagens serranas estão por todo o lado conspurcadas (é o termo) por essas ventoínhas gigantes que os "lobbies" europeus nos convenceram a instalar. A pretexto de "energia limpa", sujam a paisagem.

editor69 disse...

Rei+Benfica=Portugal