domingo, 27 de março de 2011

O BANQUETE ADIADO

A participação num banquete foi o último acto público do rei D. Manuel.
A 1 de Outubro de 1910 chegou a Lisboa o Presidente da república Brasileira, o Marechal Hermes da Fonseca, que ficou alojado no Palácio de Belém. Logo no dia da chegada houve um banquete no Palácio das Necessidades e no dia seguinte Hermes da Fonseca visitou, em Sintra, as Rainhas Dona Maria Pia e Dona Amélia, com quem almoçou.
No dia 3 o presidente brasileiro recebeu o Monarca a bordo do couraçado presidencial S. Paulo e à noite ofereceu-lhe um banquete no Palácio de Belém. Foi no início do jantar que se divulgou a notícia de que a revolução republicana estava na rua. Algumas pessoas abandonaram o local. Os criados iam retirando apressadamente os talheres e afastando os pratos, para não se notarem as falhas. No final Dom Manuel regressou ao Palácio das Necessidades, de onde partiu no dia seguinte para Mafra. Vindas de Sintra juntaram-se-lhe mais tarde as Rainhas Dona Maria Pia e Dona Amélia. No dia 5 de Outubro era proclamada a república.
A Família Real dirigiu-se para a Ericeira e embarcou no iate Amélia, a bordo do qual já se encontrava o Infante Dom Afonso. O Rei Dom Manuel II partia para o exílio sonhando com um regresso breve e ignorando que não mais veria Portugal.
Para sempre ficaria adiada a programada visita do Rei ao Vidago, no dia 6 de Outubro. A recordar essa data ficou a ementa já impressa de um banquete que não passaria do papel.
Livro” Mesa Real. Dinastia de Bragança”, pp. 159-160.
Fonte: Garfadas on line

6 comentários:

Lopo disse...

Este texto tem o condão de me suscitar dois sentimentos antagónicos.O primeiro é uma ternura imensa por D. Manuel,que a nostalgia da fotografia realça.É como se tivesse perdido um Pai,o Pai de todos nós.O outro sentimento é mais feio.A ementa (por sinal uma bela foto) dá-me um apetite voraz para "devorar" a república.

Maria Menezes disse...

Lopo, já me ri com o comentário da ementa...sabe-se lá se precisamos destas ementas para devorarmos a república!!!

João Dias Rezende Filho disse...

A presença do presidente do Brasil parece ter sido um mau agouro, infelizmente.

João Dias Rezende Filho
Brasileiro, descendente de portugueses

Maria Menezes disse...

Sim, claro, estavam todos feitos uns com outros.
Obrigada pela sua visita!
Bem haja!

Ana Marques Pereira disse...

Maria Menezes,
Apesar de ter mencionado no final que o texto foi retirado da «Mesa Real. Dinastia de Bragança» devia referir que todo o post foi retirado do blog «Garfadas on line», como se pode confirmar em http://garfadasonline.blogspot.com/2010/10/o-5-de-outubro-de-1910-e-o-banquete.html, de que sou autora.
Obrigada.

Maria Menezes disse...

Tem toda a razão e não mencionei a fonte por esquecimento o que agradeço que me desculpe. Vou rectificar.
Cumprimentos